Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.      (+351) 214 403 500
Google Translate logo
ptenfrdeites
O Polo de Inovação de Alcobaça (INIAV/ENFVN) promoveu no passado dia 2 de agosto um dia aberto para partilhar os últimos desenvolvimentos nas áreas das novas tecnologias aplicadas à Fruticultura, Robótica e Agricultura 4.0.

Com coordenação técnica e científica da equipa responsável pela produção de pomóideas, o evento reuniu 180 profissionais do setor que tiveram a oportunidade de conhecer alguns dos resultados e linhas de trabalho em curso nesta área, bem como o trabalho desenvolvido por alguns parceiros relevantes (nacionais e internacionais) no âmbito das suas colaborações em projetos e protocolos a decorrer neste polo.

Durante a manhã foram debatidas temáticas como o uso de redes fotosseletivas em macieiras, soluções para a redução do escaldão solar ou tecnologias de apoio à fruticultura de precisão, como a eletrocondutividade aparente do solo, monitorização da condição fisiológica e necessidades hídricas dos pomares a partir de imagens recolhidas com drones ou aplicações da inteligência artificial na deteção de frutos. Foi ainda promovido o debate sobre a necessidade de alterar as atuais técnicas de aplicação de produtos fitofarmacêuticos, ao qual se seguiu uma mesa redonda com a participação de todos dos parceiros do projeto SPIN, responsável pela produção de um novo equipamento de pulverização inteligente, capacitado para dar respostas às dificuldades identificadas.

Já no campo experimental da Quinta Nova, foi apresentado o protótipo de pulverização em desenvolvimento, demonstradas soluções inovadoras para o controlo das infestantes, nomeadamente, monda térmica, mecânica e aplicação de filmes, seguindo-se uma demonstração do corte de infestantes efetuada por robôs autónomos.

O dia terminou com um extenso tour tecnológico e com a demonstração de diversas soluções inovadoras, entre as quais a visita a pomares demonstrativos, apresentação de sensores, novas cultivares e clones, ensaios de condução (OPTIMAL), de incremento do grau brix e coloração em pomóideas e, ainda, propostas para reforço da biodiversidade nos pomares nacionais. Um dia em que a capacidade deste polo esgotou perante a procura e afluência do setor, mostrando-se a importância da extensão rural na transformação e competitividade destas fileiras.

 

Dia aberto ENFVN/INIAV